• Ouvidoria
  • LEILÃO BENEFICENTE
  • HCR Histórias
  • Resultado de Exames
    Centro de Diagnóstico HCR
    CLIQUE E CONHEÇA

    Notícias e Eventos

    Entenda como são feitos os procedimentos de biópsias e punções

    Você sabe como são feitos os procedimentos diagnósticos de biópsias ou punções? Nada mais é do que a remoção de uma amostra do tecido vivo com a finalidade de avaliação anatomopatológica. Essa avaliação determina a intensidade e a presença ou ausência de doenças como o câncer.  No HCR são realizadas biópsias e punções de mama, hepática, próstata ou tireoide.


    Existe alguma preparação específica para o exame?

                    Conforme explica Dr. Michel Mezzomo, médico responsável pelo setor de radiologia do HCR, “as biópsias de mama e tireoide não necessitam preparo, já para a biópsias de próstata o paciente é orientado a tomar antibiótico e laxativos prévios; e para a biópsias de fígado é necessário o jejum”.

    Ele explica ainda que, “o principal objetivo da biópsia é coletar material de lesões existentes na tireoide, mama, fígado e próstata para a análise se a lesão é benigna ou maligna (câncer). A biópsia do parênquima hepático é usada para analisar possível fibrose hepática.


    O procedimento é doloroso?

    Todas as biópsias citadas são feitas com anestesia local e a de próstata além da anestesia local é feita sedação. “São procedimentos rápidos e seguros, minimamente invasivos.  Há baixíssimo risco de complicações pós biópsia e os procedimentos são feitos de maneira estéril com todas as proteções ao paciente”, destacou Dr. Michel Mezzomo.


    As amostras de tecido são encaminhadas para análise junto ao Instituto de Patologia de Passo Fundo- IPPF Patologia e Biologia Molecular.

     

    Compartilhe:

    Galeria de fotos