• Ouvidoria
  • LEILÃO BENEFICENTE
  • HCR Histórias
  • Resultado de Exames
    Centro de Diagnóstico HCR
    CLIQUE E CONHEÇA

    Notícias e Eventos

    Saiba quais as vacinas necessárias até 1 ano de idade


    As vacinas de ambas possuem ótima qualidade e garantem a proteção do seu bebê, porém as vacinas da Rede Privada possuem alguns diferenciais. 
     

    Vacinas do nascimento: A primeira vacina é realizada no momento do nascimento ainda no hospital, que é a hepatite B.  A segunda vacina é a BCGque é realizada apenas na Secretaria de Saúde do Município, já que é uma vacina diferenciada por sua via de administração ser a intradérmica. Na mesma  oportunidade, é realizado o teste do pezinho. Ambos devem ser realizados até o quinto dia após o nascimento.
     

    Vacinas dos 2 meses: Rede Pública: Pentavalente, Pneumo 10 e Rotavírus monovalente ou Rede Privada: Hexavalente, Pneumo 13 e Rotavírus pentavalente.
     

    Vacina Pentavalente:
    Na rede pública está disponível a vacina pentavalente + vacina da poliomielite. A vacina pentavalente possui, de forma conjugada, os componentes DTPw (difteria, tétano e coqueluche), hepatite B e haemophilus influenzae tipo B.
     

    Vacina Hexavalente:
    A vacina hexavalente agrega proteção para 06 doenças diferentes: difteria, tétano, coqueluche, haemophilus influenzae tipo B, hepatite B e poliomielite. Nesta vacina, temos 2 grandes diferenciais: ser acelular (é mais purificada e contém apenas o que o sistema imunológico necessita para desenvolver os anticorpos de proteção. Isto diminui as reações no pós vacinal) e outro diferencial é o de poupar a criança de uma picada, já que a proteção da poliomielite também está contida nesta vacina.
     

    Vacina Pneumocócica Conjugada 10 valente:
    As vacinas pneumocócicas conjugadas protegem as crianças das doenças causadas pela bactéria Streptococcus pneumoniae, como pneumonia, meningite 
    e otite média aguda. A vacina pneumocócica conjugada (VPC 10), que está presente na rede pública, protege contra 10 subtipos de pneumococos.
     

    Vacina Pneumocócia Conjugada 13 valente:
    A vacina pneumocócica conjugada (VPC 13) irá proteger contra 13 subtipos de pneumococos. A VPC13 irá proteger contra mais três subtipos.
     

    Vacina Rotavírus Monovalente:
    A vacina de rotavírus é uma vacina de vírus vivo, oral. Ela pode ser monovalente, que protege apenas contra um sorotipo de rotavírus, mas oferece proteção 
    cruzada contra outro sorotipo e é dada em duas doses. Feita em 02 doses.
     

    Vacina Rotavírus Pentavalente:
    Ela oferece imunidade contra 5 sorotipos diferentes de rotavírus (que causam doenças diarreicas). Assim, a vacina pentavalente oferece uma proteção mais 
    ampla. É feita na Clínica em três doses. 
     

    Vacinas dos 3 meses: Rede Pública: Meningo C ou Rede Privada: Meningo ACWY e Meningo B.
     

    Meningocócica conjugada C: A vacina meningocócica conjugada C previne meningites causadas pela cepa de bactéria do tipo C apenas. 
     

    Meningocócica conjugada ACWY:
    A versão ACWY protege contra esses quatro tipos. O C é o responsável por 70% das meningocócicas do país, contudo o tipo W vem aumentando bastante sua participação, e já é a causa de 20% dos casos de meningocócicas no sul do Brasil”, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações – SBIm.
     

    Meningocócica B: Vacina disponível somente na rede privada. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), atualmente os casos de meningite meningocócica em menores 
    de cinco anos geralmente são pelo tipo B.

     

    Vacinas dos 4 meses: Hexavalente, Pneumo 13 e Rotavírus Pentavalente. 

     

    Neste mês, repetimos as mesmas vacinas realizadas aos 2 meses, já que as 
    evidências mostram que determinadas vacinas necessitam de reforços para uma proteção mais prolongada, obedecendo sempre os intervalos corretos, que é  onde o sistema imunológico necessita de um novo estímulo para produzir novos 
    anticorpos.


    Vacinas dos 5 meses: Meningo ACWY e Meningo 


    Neste mês, repetimos as mesmas vacinas realizadas aos 3 meses, já que as evidências mostram que determinadas vacinas necessitam de reforços para uma proteção mais prolongada, obedecendo sempre os intervalos corretos, que é  onde o sistema imunológico necessita de um novo estímulo para produzir novos anticorpos.


    Vacinas dos 6 meses: Hexavalente, Pneumo 13, Rotavírus Pentavalente e  Influenza trivalente ou tetravalente.

    Neste mês, repetimos as mesmas vacinas realizadas aos 2 e 4 meses, já que as evidências mostram que determinadas vacinas necessitam de reforços para uma proteção mais prolongada, obedecendo sempre os intervalos corretos, que é onde o sistema imunológico necessita de um novo estímulo para produzir novos anticorpos.

    Além destas, iniciamos com a vacina da influenza, que, quando da primovacinação (primeira vez que a criança recebe) são realizadas 2 doses com intervalo de 30 dias entre elas. 

    Vacina influenza trivalente: Fabricada anualmente com as 3 cepas de vírus da influenza mais prevalente no último ano.

    Vacina Influenza quadrivalente:

    Além de ser possível tomar esta vacina sem pertencer aos grupos de risco, a  vacina da Rede Privada é fabricada anualmente com as 4 cepas de vírus da  influenza mais prevalente no último ano. Ou seja, proteção contra 1 cepa a mais. 
     

    Vacinas dos 7 meses: Influenza
    É realizada a administração da 2ª dose da vacina da Influenza.


    Vacinas dos 9 meses: Febre Amarela
    Na Rede Pública, esta vacina é realizada apenas aos 09 meses. Já na Rede Privada, realizamos esta vacina aos 09 meses e aos 04 anos da criança.
     

    Vacinas dos 12 meses: Tetraviral, Pneumo 13, Hepatite A, Meningo ACWY e  Meningo B.
     

    Tetraviral:
    Na Rede Pública, esta vacina é realizada apenas aos 15 meses. Já na Rede Privada, realizamos esta vacina aos 12 e 15 meses de vida da criança. 

     

    Vacina pneumocócica conjugada 13:
     Neste mês, realizamos a 4ª dose de PVC 13, já que as evidências mostram que determinadas vacinas necessitam de reforços para uma proteção mais 
    prolongada, obedecendo sempre os intervalos corretos, que é onde o sistema imunológico necessita de um novo estímulo para produzir novos anticorpos.
     

    Hepatite A:
    Na Rede Pública, esta vacina é realizada apenas aos 15 meses. Já na Rede Privada, realizamos esta vacina aos 12 e 18 meses de vida da criança.
     

    Meningocócica conjugada ACWY:
     Neste mês, realizamos a 3ª desta vacina, já que as evidências mostram que determinadas vacinas necessitam de reforços para uma proteção mais prolongada, obedecendo sempre os intervalos corretos, que é onde o sistema imunológico necessita de um novo estímulo para produzir novos anticorpos
     

    Meningocócica conjugada B:
    Neste mês, realizamos a 3ª dose desta vacina, já que as evidências mostram que determinadas vacinas necessitam de reforços para uma proteção mais prolongada, obedecendo sempre os intervalos corretos, que é onde o sistema imunológico necessita de um novo estímulo para produzir novos anticorpos
     

    Pacientes que realizaram vacinas da Rede Pública, podem se beneficiar com complementações de vacinas com proteção mais abrangente da Rede Privada. Uma análise prévia da caderneta de vacinas é fundamental.
    _________________________________
     Crédito:  Débora Zanatta COREN RS: 655364
    Enfermeira Responsável Técnica na HCR Clinic

    Compartilhe: