• Ouvidoria
  • LEILÃO BENEFICENTE
  • HCR Histórias
  • Resultado de Exames
    Centro de Diagnóstico HCR
    CLIQUE E CONHEÇA

    Notícias e Eventos

    Sistema de Regulação garante equidade no atendimento à pacientes pelo SUS

     

    No primeiro semestre de 2022 foram realizadas no HCR, 211 cirurgias eletivas nesta modalidade

     

    Desde 2017, o SISREG (Sistema Nacional de Regulação), garante a equidade do acesso ao SUS- Sistema Único de Saúde no Hospital Cristo Redentor.  A plataforma que neste ano ganhou nova nomenclatura, passando se chamar GERCON (Gerenciamento de Consultas), organiza de forma virtual a fila para cirurgias eletivas, por exemplo.  Somente neste primeiro semestre de 2022 (de janeiro a junho), foram realizadas através do Sistema de Regulação, no HCR, 211 cirurgias e 930 consultas.

     

    Os tipos de cirurgias realizadas durante este período foram hérnias, videocolecistectomia, retirada de cisto e hemangiomas.  A meta mensal de cirurgias é de 30, no entanto, a instituição tem realizado mais procedimentos devido a demanda existente. No mês de janeiro, por exemplo, foram realizadas 45 cirurgias.

     

    Neste contexto são atendidos no HCR pelo Sistema de Regulação pacientes de 27 municípios regulados pela 6ª Coordenadoria de Saúde: Marau, Montauri, Gentil, Não-Me-Toque, Sertão, Ernestina, Ciríaco, Coxilha, São Domingos do Sul, Nicolau Vergueiro, Nova Alvorada, Camargo, Victor Graeff, Vanini, Vila Maria, Serafina Correa, Ibirapuitã, Lagoa dos Três Cantos, Tio Hugo, Casca, Almirante Tamandaré, David Canabarro, Chapada, Muliterno, Santo Antônio do Palma, Mato Castelhano e Guaporé.

     

    De acordo com a responsável pela organização do sistema (GERCON) no HCR, Andréia Camargo, a fila virtual segue a ordem de emissão do laudo de AIH- Autorização de Internação Hospitalar, após todos os exames solicitados ao paciente estarem em dia.  “Cada solicitação de consulta é avaliada por níveis de prioridade. Após esta etapa as cirurgias são organizadas por ordem de chegada.   À medida em que é organizado o mapa cirúrgico, a equipe faz contato com os pacientes autorizados pela regulação e informa sobre a data da cirurgia e da internação”, explica Andreia.

     

    Para o Diretor Executivo do HCR, Marcelo Borghetti, o sistema tem sido fundamental para garantir a transparência no acesso ao sistema público de saúde, já que impede privilégios e assegura atendimento mais célere ao paciente de maior gravidade”.

    Compartilhe: