Atendimento: (54) 3342-9400
Resultados de Exames - Clique aqui
ACESSE NOSSO
FACEBOOK

Notícias e Eventos

Roncos Noturnos: pode ser sinal de problema de saúde

 

Um problema  considerado dos  mais comuns e frequentes. Você sabe como surge e como resolver os roncos noturnos? A Médica Otorrinolaringologista, Dra. Vanessa Lunelli esclarece sobre:

 

“Não apenas uma queixa comum que gera consequências na vida social do paciente, os roncos noturnos podem ser também um sinal de um problema de saúde. O ronco se caracteriza por um ruído provocado pelo estreitamento ou obstrução nas vias respiratórias superiores durante o sono, que dificulta a passagem de ar e provoca vibração dessas estruturas.

 

Estima-se que 20% dos indivíduos adultos e 50% dos homens acima de 60 anos apresentam a queixa de ronco, podendo este sintoma ser apenas ocasional ou ser um sinal de uma doença mais grave, a síndrome da apneia obstrutiva do sono, que se caracteriza pela parada respiratória provocada pela obstrução da passagem do ar pelas vias aéreas, gerando diminuição da oxigenação do sangue.

 

Alguns sinais são alertas para que o paciente procure um especialista: sono agitado, falta de disposição e sonolência durante o dia, dor de cabeça pela manhã, dificuldade de atenção e concentração, inúmeros microdespertares e parada da respiração durante o sono.

O diagnóstico da causa e gravidade deste sintoma se inicia com a avaliação clínica do paciente, e se necessário, exames complementares como a nasolaringofibroscopia e a polissonografia. O tratamento poderá ser clínico ou cirúrgico, com base nas características individuais de cada paciente”.

 

A especialidade que trata do caso:

A otorrinolaringologia é a especialidade médica que se dedica ao manejo clínico e cirúrgico dos distúrbios que afetam os ouvidos, o nariz e a garganta. Dificuldades respiratórias, obstrução nasal, sinusites, amigdalites, rouquidão, tontura e problemas de audição, são algumas das patologias tratadas por este especialista.

A subespecialização em Cirurgia Craniomaxilofacial tem enfoque nas correções estéticas e funcionais da face. São exemplos, a apneia do sono, os traumas faciais e as deformidades congênitas da face. 

 

 Dra. Vanessa Lunelli tem Graduação em Medicina pela Universidade Comunitária de Região de Chapecó /UNOCHAPECÓ, Residência Médica em Otorrinolaringologia pela Universidade Federal da Fronteira SUL/UFFS no Hospital São Vicente de Paulo/Passo Fundo e Residência Médica em Cirurgia Craniomaxilofacial pela Universidade Federal de Uberlândia-MG.

Compartilhe: